Pós jogo -> Grêmio 1×1 Santos

O Grêmio começou melhor, marcando em cima, sem dar espaços e no embalo da sua torcida, o Santos criando pouco mas na marcação estava firme e segurando o ímpeto inicial do Grêmio. Luxemburgo colocou o Grêmio marcando forte do lado esquerdo do Santos, para tentar parar Neymar, e parou, mas sempre com faltas. A primeira chance do santos veio aos 7 minutos em uma bola parada em uma falta sofrida por Gerson Magrão e batida por Felipe Anderson. O esquema tático de Muricy com Gerson Magrão e Pascoa tão criticado pela torcida, conseguiu segurar o Grêmio, contando também com um pouco de sorte na cabeçada de Marcelo Moreno que bateu na trave. Neymar mais uma vez sendo a válvula de escape do Santos.
Com o decorrer do jogo o Santos se soltou mais, mas ainda faltava criatividade e movimentação no time, os jogadores estavam parados, ninguém dava opção para passe, Pato e Felipe Anderson pegavam a bola e corriam sem rumo e sem ninguém para passar a bola. Neymar deveria ter trocado de lado com Patito durante a partida e assim bagunçando com a marcação adversária, mas não fez isso, a única movimentação de Neymar era para buscar bola na defesa, o Santos quando chegava faltava um pouco de capricho no ultimo passe. O Grêmio continuava pressionando, e em uma falta um tanto duvidosa o Santos levou o primeiro gol aos 34 minutos do primeiro tempo.

No intervalo Muricy tirou Pato Rodriguez para a entrada de Bernardo, e pediu mais movimentação no time.
O segundo tempo começou da mesma maneira que o primeiro tempo terminou, Grêmio no ataque e Santos se defendendo. Em um equivoco, pra não dizer roubo, o arbitro Nielson Nogueira “inteligentemente” deu um amarelo para Neymar por reclamação, e depois em um lance estranho Neymar é expulso injustamente, isso é o que mais me deixa nervoso, tem muito arbitro que quer fazer nome e aparecer na TV, poder chegar em casa e dizer para a mulher “Liga a TV, devem estar falando de mim, expulsei o Neymar hoje”.
Com um a menos o Santos não se intimidou, e em um escanteio batido por Bernardo, Durval ajeitou e Bruno Rodrigo guardou. Parecia incrível, mas o Santos cresceu no jogo com um a menos após o gol.
Bill entrou no lugar de André, o Santos às vezes fazia algumas investidas em contra ataques sempre puxados por Arouca, Bernardo e Felipe Anderson. No ultimo minuto um contra ataque rápido, Arouca lançou Felipe Anderson que disparou e sofreu falta na entrada da área, por pouco não foi pênalti, Bernardo se preparou para a batida, e a bola dramaticamente bateu na trave, deixando aquele pensamento na torcida santista de que “poderíamos ter ganhado heroicamente”.
Faltou movimentação para o time, Muricy foi muito criticado por entrar com Gerson Magrão e Pascoa nas laterais, mas ele acertou na escolha, se tivesse entrado com Douglas e Juan, seriamos massacrados, jamais conseguiríamos segurar o Grêmio com duas avenidas nas laterais, o time marcou forte, sentiu falta de alguém na criação, Bernardo deveria ganhar mais oportunidades no time titular. Na saída de André eu teria optado pela entrada de Mirales, que é um jogador de maior velocidade, e como o time jogava somente com contra ataques, seria mais útil.

Destaques
Bruno Rodrigo foi firme na defesa, e no ataque quando teve oportunidade guardou.
Arouca foi fundamental na proteção da defesa e nos contra ataques
Felipe Anderson começou a ter regularidade, fez uma boa partida pela segunda vez seguida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s